segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Durma em paz


Boa noite querida
Minha rainha do gelo
Repousa mais uma vez
Em uma tumba sombria

Boa noite querida
Em seus sonhos traz
Agora o grito da morte
E a agonia da vida

Criança abençoada sua
Voz agora calada por
Odiar a quem mais te merecia

Seu leito traz o silêncio
De uma vida já extinta
Sem o perdão de quem te amou

Seus desejos ardem
Como a dor da morte
E você sofre sem mais falar
Agora carrega em sua alma esse
Castigo por perversões mundanas

Boa noite querida!
Isso é a única coisa que posso dizer
Antes da sua partida

Boa noite querida
Que agora padece
Eu sua fiel desgraça!
. . .Diogo França. . .

3 comentários:

Ge disse...

Boa noite querida!
Texto de emo hein, melancolico
:P

Grace Lara disse...

oieeee

lindooooo....

meio emo...

rsrs

bjus

Anônimo disse...

q massa


^^