terça-feira, 21 de julho de 2009

In – completo



Oh doce brisa que traz o aroma das chuvas

Em ti entorpeço-me o sabor delicado de teus beijos


Um calor semi-nú me arrebata os sentidos, como se congelasse meus pensamentos

Perdendo a sobriedade caio em teus delírios mais vividos

Dançando pela chuva em devaneios da memória a quase esquecida.


Saboreio a polpa da terra úmida

Ouvindo o som primordial da vida

Exalo suaves composições de dor.


E a primeira gota de chuva ao molhar a face rubra

Me faz in-completo!


Diogo frança*

2 comentários:

Flavinha Roberta disse...

É IMPRESIONANTE como ateh a 'dor' e o IN - completo fica suave nas tuas palavras...acho lindo o jeito que tu escreve: doce, suave, delicado!
Só vc mesmo pra fazer isso..
Adoro vc mesmo (in) completo que pra mim, tah completinhu de carinho!
Bjooooo

gustavo disse...

Mesmo fazendo tempo que nao lia seu blog, é impossivel nao repetir que seu estilo de escrita é unico e caracteristico que mostra a sua real personalidade, Parabéns sua forma de brincar com as palavras é brilhante... ^^