quarta-feira, 22 de abril de 2009

Além da matéria


Perdoa-me, eu não quero mais invadir tua vida, por um erro fullgás
que priva meus sentidos, cega minha alma e obscurece meus sentimentos.

A ti peço perdão, subjugando meu amor próprio, esquecendo de calunias por ti proferidas que me feriram deixando penosas cicatrizes, agora sei que isso me trará paz, agora aprendo que não preciso de ti junto de mim, mas apenas meu forte sentimento que aquece a mim e a você! Um calor que levarei por vidas, como um alimento a esperança de um dia enfim reencontrar – mos para vida plena, sem cilícios da alma, um dia que espero pacientemente, por ti jamais esquecerei, por ti espero como a terra seca espera a chuva para umedece – lá.

Espero reencontrar-te um dia em uma vida plena de gozos, sem martírios da carne, sem lamentações da alma, enfim espero um dia poder ver-te vivido de glória sem ter o orgulho cego que empareda meu sentimento por ti...
Que Deus esteja contigo.

Diogo França.

2 comentários:

Flavinha Roberta disse...

Uaaaaaaaaaaaaaaaaauuuuuuuuuuuuuuuu
Que texto MARA...Por ser tua amiga e te acompanhar sempre (com prazer)só posso dizer :LINDO!
Bjuxxxxx minha flor

Jorge disse...

Acho que to precisando refazer minhas orações. Era o que eu tava precisando ler. Falta palavras, posso apenas dizer: - Perfeito!